EUROPA, DOIS BONS MOTIVOS…

pelo viajante , em

 

Bom dia pessoal! Costumo pensar que existem duas boas vantagens de se viajar pra Europa em comparação com outros grandes destinos turísticos do mundo. Uma delas é o tamanho do continente que é bem pequeno. Outra é o tratado de Schengen que, na teoria, acaba com o controle de passaportes para viajantes que circulam de um país membro a outro.

LITTLE EUROPE:
A questão da pequenez do continente habilita mochileiros como nós e outras classes de viajantes a experimentar diferentes culturas, idiomas, culinárias e etc num curto espaço de tempo. Como exemplo, por lá você voa de Londres na Inglaterra para Amsterdam na Holanda em 40 minutos. Não levo esse tempo nem pra sair da minha casa no subúrbio do Rio de Janeiro e chegar no meu trabalho na zona sul da cidade. De trem bala, chega à Paris na França vindo de Genebra na Suíça em pouco mais de 3 horas.
Estação St Pancras, Londres, 2010
Falando em trem, a malha ferroviária europeia liga países como Inglaterra, França, Holanda, Bélgica, Alemanha, Itália, Suíça e outros com rapidez e conforto salvo em momentos como as nevascas tenebrosas que castigaram o continente nos últimos invernos.
Os preços de passagens aéreas também são interessantes. Em muitos casos, ir de um país pra outro dentro da Europa sai mais em conta do que ir aqui do Rio pra Porto Alegre por exemplo… Nem vamos falar de passagens do Rio ao Ceará, Natal, Pernambuco ou Belém que com certeza sai bem caro… Mas porque será? Bom, há alguns meses atrás parei para fazer uma tabelinha simples comparando o tamanho de alguns estados brasileiros a países europeus… O resultado é bem interessante:

Homemade Table

Olhando essa tabela dá pra pelo menos começar a entender porque não dá pra comparar valores de uma passagem Rio->Belém com Paris->Bruxelas por exemplo.
TRATADO DE SCHENGEN:
Membros do Schengen em verde
Como falei no início, esse acordo, teoricamente, aboli o controle de passaportes para viajantes de que circulam entre países membros. Quando Gustavo e eu fomos em Fevereiro do ano passado, não nos pediram identificação quando chegamos à Alemanha vindos da Holanda, à Suíça vindos da Alemanha e na volta à  França vindos da Suíça. É ótimo não termos sido interpelados apesar de que gostaríamos de ter tido nossos passaportes carimbados por esses países.
Entretanto, o Schengen não é só alegria. Muitos conservadores europeus olham desconfiados para esse acordo e o veem como um facilitador para imigração ilegal e até mesmo livre circulação de terroristas. Outros defendem dizendo que o controle imigratório para pessoas vindo de fora da área do Schengen se fortaleceu como compensação.
Até mais,
Renato Vieira

Veja também:


  Categorias Devaneios

  Palavras-chave ,

Veja também...

  voltar à página inicial