ROMA LITERALMENTE ANTIGA – DAY ONE

pelo viajante , em

 

6/7

ROMA, ITÁLIA

Olá! Já citamos aqui no blog que as dimensões das cidades Europeias e as distancias entre elas são bem pequenas se comparadas com cidades brasileiras por exemplo. 
Em apenas 1h e 10min decolamos de Barcelona e pousamos no Fiumicino, principal aeroporto de Roma.
Depois do check-in no albergue CIAK descemos pra começar a experimentar um pouco da tradicional culinária italiana. Começamos por um belo Spaghetti alla Carbonara num restaurante na Viale Manzonni que é a mesma rua onde ficamos hospedados.
Satisfeitos, começamos a explorar os pontos turísticos da cidade que estavam previstos para aquele dia.

Começamos pelo Coliseu. A entrada no anfiteatro seria no dia seguinte mas tiramos algumas fotos do lado de fora:

 

Passamos pelo Arco Constantino

Também demos a volta por fora do sítio arqueológico Foro Romano – Palatino, ruínas da Roma de antes do incêndio supostamente provocado por Nero…


Piazza del Campidoglio que, entre outras coisas, foi sede administrativa da cidade…



E por último o Altare della Patria / Monumento Vittorio Emanuele que foi o primeiro Rei da Itália após unificação do país em 1861. Ele é considerado o Pai da Pátria Italiana.

NOSSA EXPERIÊNCIA NA CIDADE:

Roma nos pareceu bem diferente de outras cidades europeias que tivemos a oportunidade de visitar nessa viagem e também na anterior que fizemos em Fev/Mar de 2010. As calçadas têm muitos buracos, o transito é bem confuso, a sinalização muitas vezes não é respeitada, as paredes são pichadas e a estrutura da cidade em si é bem antiga. Parece que Roma não acompanhou o desenvolvimento de outras grandes cidades do continente.

Não é o fim do mundo. Graças a Deus não tivemos nenhum problema. Foi o lugar da Europa que mais próximo da realidade que vivemos no Brasil e não só pelos problemas que citei…

Roma ganhou disparado no quesito quantidade de brasileiros por metro quadrado. A cada esquina era uma família, grupo de amigos ou indivíduos falando o nosso português-br.

No meio desses brasileiros, o que tinha de gente com a camisa do Flamengo foi surpreendente. Vi mais camisas do Mengão do que da Roma ou Lazio (principais times locais) somadas. 🙂

Outra semelhança com o Brasil foi o calor. O céu não tinha uma nuvem sequer e o sol estava castigando. Andamos muito mais em Madrid e em Barcelona mas com o sol de Roma a nossa energia ia embora com bem menos esforço.

THE CIAK:

O albergue CIAK é bem tranquilo. Pra variar tinha um brasileiro trabalhando na recepção, o Marcio, de Porto Alegre. Sexta e Sábado a noite ainda tem um jantar PASTA DINNER (jantar de massas) preparado pela staff do albergue e liberado para os mochileiros hospedados.

Até o momento foi o melhor albergue que ficamos nessa segunda uefaeurotrip. Os albergues Suíços porém têm grandes chances de superá-lo pelo que vimos em Zurique ano passado.

Até a próxima,

Renato Vieira

Veja também:


  voltar à página inicial