Voltando a Europa com uma mochileira mirim

pelo viajante , em

 

Havia 04 anos e meio que eu não cruzava o Atlântico em direção à Europa. “Mochilei” no velho continente em 2010, 2011, 2012 e 2013. Na volta da última viagem eu tinha mais ou menos em mente que talvez não retornasse no ano seguinte pois pensava em mudar de emprego e, com isso, meu religioso planejamento de férias certamente seria afetado.

O que eu não sabia era a quantidade de mudanças que ocorreriam na minha vida após essa viagem de 2013…. Como eu imaginava, mudei de emprego mas não apenas uma vez como planejado e sim duas! No meio disso, mudei também de endereço residencial. Porém, a maior de todas as mudanças veio em 2014: Virei pai de uma linda menina chamada Amanda! Com tantas mudanças não houve espaço para revisitar a Europa durante esses últimos anos.

Nesse período, no entanto, não fiquei sem “viajar para fora”. A trabalho voltei aos EUA depois de 5 anos, conheci um pouquinho da capital colombiana, Bogotá e também a cidade de Córdoba na Argentina.

A passeio, já com a pequena nos braços, fizemos viagens a destinos mais próximos como Chile, Argentina e Uruguai. Falo sobre essas viagens no outro blog.

Paris 2017

Em 2017 tive a graça de completar 30 anos e minha pequena completaria 03 aninhos. Para celebrar esse ano especial para nós, começamos a esboçar uma viagem comemorativa a Europa para o fim do ano. O destino principal no velho continente seria a fantástica capital francesa, Paris, que eu já tinha tido a oportunidade de conhecer em viagens anteriores!

Com 02 anos de idade a criança vai se tornando cada vez mais participativa e interessada nas coisas. Aproveitamos essa fase de descobertas da Amanda para, de uma maneira bem lúdica, introduzir informações sobre a grande viagem que estávamos prestes a fazer!

Amanda e sua mini Torre Eiffel antes da viagem

Foram meses criando expectativas na menina através de muita conversa e desenhos animamos (majoritariamente via YouTube)!

Aliás é impressionante como tem desenho animado que mostra Paris e a gente muitas vezes nem percebe! Vai desde Mickey Mouse, passando por Lady Bug até o Marinheiro Popeye! Usamos também outros desenhos menos conhecidos como o da órfã Madeleine da década de 1990 e filmes infantis como o A bailarina; Ratatouille; Aristogatos e etc.

Graças a esse processo e ao crescente interesse dela, bem antes da viagem Amandinha já reconhecia Paris facilmente na telinha e estava animada para subir na Torre Eiffel, ver o Arco do Triunfo e conhecer a Catedral de Notre Dame. Ela esperava também passear de barco no Rio Sena, andar de trem bala, comer croissant, baguete, macaron (compramos macarons algumas vezes na Paradis no Rio para ela provar) além de tomar chocolate quente já que em Paris estaria muito frio!

Amanda dando uma olhada no guia Paris com Crianças

Em paralelo a toda essa conversa sobre Paris, falávamos bastante também sobre o frio e sobre a possibilidade de vermos neve. Esse último ponto a animou muito já que a neve é algo que se vê muito em desenhos animados sendo o maior ícone recente o Frozen da Disney, desenho cujo a música principal (Let it Go) Amandinha adora cantar! rsrs

Falando em Disney, também visitaríamos a Dsineyland Paris ou a “Casa do Mickey” (como ela chama) justamente no dia de seu aniversário! Como não podia ser diferente, isso foi motivo de euforia por parte dela! rsrs

Segurando o mapa de Paris

Visitaríamos também os famosos mercados de Natal de Colmar, a qual introduzimos para Amanda como cidade do Papai Noel. Já em Berna, capital da Suíça, passaríamos tempo com a família do amigo Michael com quem nos comunicamos bastante durante todo o ano de preparação para a viagem.

Para encerrar, havia também a questão longo voo…. Mais ou menos 11 horas no total. Amanda já tinha voado outras vezes, porém nunca voou mais do que 04 horas. Para ir acostumando ela, durante o ano fizemos até visitas ao Museu Aeroespacial na Vila Militar. Uma pra ver a exposição de aeronaves e outra pra ver apresentação da esquadrilha da fumaça!

Também assistimos muitos desenhos sobre aviões! O que mais víamos era o Airport Diary , via YouTube, que mostra aviões animados e o dia-a-dia de um aeroporto. Ela acabou gostando do desenho e ficou muito interessada por aviões também. Muitas vezes, quando via um avião no céu, Amanda “conversava” com eles desejando boa viagem e dizendo que em breve ele deveria levá-la para Paris. hehe

Nos próximos posts conto mais sobre a viagem em si!

Abcs

Renato Vieira

Veja também:


  voltar à página inicial