Planejando sua viagem

pelo viajante , em

 

Ok, você resolveu viajar nas férias para a Europa. Um planejamento com antecedência ajuda bastante, evita algumas dificuldades, te poupa muito tempo e pode até te economizar algum dinheiro! Mas quando começar a planejar a viagem? O ideal é começar a desenhá-la com 6 meses ou um pouco mais de tempo. Se você já tem ideia dos lugares que vai visitar, as coisas serão mais simples. Do contrário será necessário gastar um pouco mais de tempo buscando informações na internet, em guias de viagem, etc…

As companhias aéreas que voam para a Europa (Air France, TAM, Lufthansa, TAP, etc…) vendem passagens com até 1 ano de antecedência e as de trem (para os deslocamentos entre os países) com apenas 3 meses. Porém não se preocupe, a esta altura você já vai estar com quase tudo pronto. Um prazo médio também é bom, pois pode evitar grandes flutuações de câmbio. Vá começando a olhar constantemente os sites e você perceberá as variações.

Passaportes

É preciso visto para visitar os países europeus?

Não para a maioria deles! O Brasil possui um acordo onde seus cidadãos podem circular livremente nos países integrantes da União Europeia por até 90 dias. O visto para turismo também é dispensado para ingressar na Bósnia, Croácia, Irlanda, Islândia, Macedônia, Montenegro, Noruega, Reino Unido, Suíça, Turquia e Ucrânia.

Atenção, pois para a Sérvia e Bielorússia é necessária a requisição de visto. No caso do primeiro país, o acordo bilateral para isenção de visto aguarda a ratificação pela Câmara e Senado brasileiros.

 

Pra onde ir e quanto tempo ficar em cada lugar?

Há várias maneiras de se tomar esta decisão, isso vai depender do tempo disponível, se você quer visitar as atrações com mais calma ou se ver o que os lugares têm de melhor (ou mais turístico) é o que te interessa mais.

Caso seja a sua primeira viagem, o mais aconselhável é visitar as capitais dos principais países. A estrutura de transporte é sempre ótima, há lugares para comer e se hospedar disponíveis para todos os gostos (e bolsos) e na maioria das vezes o básico do inglês é o suficiente para se comunicar.

Optando pelas capitais, tente ficar um mínimo de 3 dias. Certamente algo vai escapar em Paris, Londres ou Berlim, mas as principais atrações com certeza serão vistas. Se tiver mais tempo, passe mais tempo em cada lugar. Você consegue captar alguns hábitos locais, as sutilezas do dia a dia das pessoas.

Se você decidir ir até alguma cidade menor, estes três dias podem ser a medida certa para conhecê-la toda e, às vezes, até para andar um pouco mais pelas ruas.

Mãos à obra, viajantes!


  Categorias Preparativos

  Palavras-chave

Veja também...

  voltar à página inicial