Praga: Paris do leste???? Parte 1

pelo viajante , em

 

Praga, 29 de Junho de 2012

Antes de vir pra Praga ouvia e lia muito um jargão que diz: “Praga, a Paris do leste”. Andando e observando a cidade ontem, pude formar uma opinião própria sobre isso e hoje pude ratificá-la: Praga não tem nada a ver com Paris. Nada. Não consegui fazer uma associação realmente significativa entre as duas cidades. Passei um tempinho legal em Paris nas primeiras duas versões de eurotrip e nessa viagem ainda ficarei mais seis dias por lá. Até agora, na minha opinião, são cidades bem diferentes.

Estou dizendo com isso que Praga não é bonita ou que não gostei da capital tcheca??? Não. Praga é sem dúvida uma das cidades mais bonitas e mais conservadas que já visitei na Europa. Ao mesmo tempo que conserva sua antiga arquitetura impecavelmente, mantém um sistema de transporte moderno e eficiente pelo menos do ponto de vista de quem passeia na cidade. As estações de metrô são novinhas e os antigos bondes aumentam ainda mais a mobilidade dentro da cidade. Tudo com o mesmo bilhete, seja ele unitário, de um dia, três dias e etc.

Voltando as comparações, se ainda assim quiserem fazer uma aproximação de semelhança com alguma outra cidade eu, forçando a barra, compararia com Roma. Pra mim Praga estaria mais pra Roma do que pra Paris. Talvez eu tenha aproximado Praga de Roma por causa do calor. Esse nosso segundo dia de passeios em Praga estava bem quente. Igualando os religiosos quatro dias de 35 graus com umidade que passamos em Roma no ano passado.

Valdštejnský palác & Valdštejnská zahrada (Palácio Wallenstein & Jardins  Wallenstein)

As atividades de hoje estavam concentradas do lado oposto do rio Vltava em relação ao que fizemos ontem. Pegamos o metrô e descemos na estação Malostranská e nossa primeira parada foi no Valdštejnský palác onde hoje funciona o Senado da República Tcheca. Além de suas funções políticas, o palácio também mantém exibições de artes e apresentação de orquestras em seus jardins. É um ótimo lugar pra relaxar em dias com temperaturas mais amenas que este! rs

Valdštejnský palác

Valdštejnský palác

Valdštejnský palác

teto do Valdštejnský palác

Valdštejnský palác

Valdštejnská zahrada

estátua dando paulada na outra

Subindo o Hradčany, colina do Castelo de Praga

Meio preocupados com os efeitos colaterais daquele solão, iniciamos a subida rumo ao Castelo de Praga. Nesse momento já não nos guiávamos por mapas pois o castelo era visível lá no alto. O caminho é muito bonito, antigo e conservado. Foi nesse percurso que  fiz a reflexão do início desse post sobre a vaga aproximação com Roma ou outras cidades históricas italianas. É realmente impressionante a beleza, conservação e limpeza de Praga.

Malá Strana

Malá Strana

Malá Strana

Com o calor a caminhada ia desgastando mais rapidamente… Optamos por parar um pouco numa sombrinha e fazer um lanchinho pra recuperar as energias.  Sentamos numas escadarias já bem próximos do Castelo de Praga. Aproveitamos a sombrinha pra descansar um pouco e aproveitar a vista.

descansando depois do sanduba

Hradcany de onde estávamos sentados

Hradcany

Vista do alto do Hradcany, região do Castelo

Vista do alto do Hradcany, região do Castelo

Igreja Týn vista do alto do Hradcany, região do Castelo

Národní divadlo… Grande Teatro Nacional Tcheco

Pražský hrad (Castelo de Praga)

Chegamos nos portões do Castelo de Praga bem na hora do ritual de troca de guardas que é bem comum nos castelos e palácios da Europa. Aqui em Praga me pareceu bem simples. Dois guardas saíram e dois guardas entraram sem aquela pompa de música, orquestra e apitos como a que acontece no Palácio de Buckingham em Londres, por exemplo.

Talvez porque hoje quem mora lá é o presidente e não um monarca, toda aquela pompa real não seja mais necessária. Ainda assim, a mini cerimônia de troca de guardas do Castelo de Praga estava sendo acompanhada por uma boa quantidade de turistas curiosos. Dava pena daqueles guardinhas que estavam assumindo o posto… Cheios de roupa debaixo daquele solão tendo que ficar paradinhos, sem expressão e sem se abanar… Vida dura essa… rs

Ah, fizemos um vídeo da troca de guardas! Curtinho e em full HD.

Castelo de Praga e um belo céu azul!

Castelo de Praga e os guardas

mais estátuas batendo em outras… várias em Praga…rs

Vimos uma noiva tirando fotos pro álbum de casamento ou coisa do gênero na frente do Castelo de Praga. Já tinha visto isso algumas vezes em outras cidades… aproveitando a beleza do lugar e eternizando o momento … Essa noiva não parecia muito satisfeita com o calor… rs

Carro onde a noiva chegou…

calor que não será percebido nas fotos…

Katedrála svatého Víta (Catedral de São Vito)

Localizada dentro do complexo do Castelo de Praga está a maior e mais importante igreja da República Tcheca, a catedral de São Vito. Construída no estilo gótico, suas torres lembram as torres da Sagrada Família de Barcelona e seus gárgulas me fizeram lembras os gárgulas da Notre Dame de Paris. Falando em gárgulas ainda não parei pra pesquisar o porque da existência de figuras tão feias como os gárgulas em tantas igrejas católicas europeias…. Assim que der um tempinho vou ler sobre isso porque, a princípio, me parece antagônico…rs

Fotos no interior da igreja não são permitidas. Conseguimos uma sem flash, sem atrapalhar ninguém.

Katedrála svatého Víta

gárgulas da Katedrála svatého Víta

gárgulas da Katedrála svatého Víta

esse não é um gárgula, sou eu dentro da igreja…rs

Volta pro Ibis

No roteiro do nosso dia ainda faltavam as bibliotecas do monastério e o Petrin Hill, de onde se tem uma vista privilegiada da cidade. Saindo do complexo do Castelo de Praga decidimos voltar pro hotel e descansar um pouco do sol que estava castigando. Teríamos luz do dia até as dez da noite então um break não comprometeria nossa programação.  Pegamos o tram 22 que nos levou do Castelo de Praga a estação I.P. Pavlova onde fica o Ibis.

No próximo post continuo a contar como foi esse dia.

Abcs

Renato Vieira

Veja também:


  Categorias Praga

  Palavras-chave , ,

Veja também...

  voltar à página inicial