Praga: Paris do leste??? Parte 2

pelo viajante , em

 

Praga, 29 de Junho de 2012

Continuando o post anterior…

Descansamos por umas duas horas e meia no hotel pra aliviar o calor. O sol fez tudo que fizemos na rua parecer mais cansativo. A subida da colina pro Castelo de Praga realmente desgastou…

Saindo para o segundo tempo

De banho tomado e “semi-novos” partimos pra rua novamente. Nossa próxima parada é o Monte Petrín. Pra chegar lá pegamos o mesmo tram 22 que usamos para voltar pro Ibis. A maioria dos trams de Praga são antigos mas bem conservados. Quando digo conservados me refiro ao funcionamento… não posso dizer o mesmo para a limpeza… O chão é normal mas as paredes internas dos bondes são bem pixadas… O trajeto é agradável e proporciona algumas vistas bem legais com destaque para a vista da Kurlov Most (Ponte Carlos). Fizemos um pequeno vídeo em full hd de dentro do tram.

Dentro do tram de Praga

Chegamos

tram mais moderninho já no monte petrin

Monte Petřín (Petřín)

Para subir o Monte Petrin existe um funicular bem no estilo do funicular de Montjuic em Barcelona. O funicular do Petrin opera ali desde 1891 e pode ser acessado com um ticket válido do transporte público regular. O monte é uma área de lazer bem popular entre os locais principalmente por causa de seus parques e jardins. Já os turistas normalmente sobem interessados naquela que é conhecida como a torre Eiffel de Praga, a Torre Petřín (Petřínská rozhledna). Essa é a segunda e última semelhança que consegui reconhecer entre Praga e Paris nos dois últimos posts, virão só?! rs

funicular do petrin

Funicular do Petrin

mapa petrin

jardim no Petrin

Observatório Štefánikova hvězdárna no topo do Monte Petrin

Curtindo uma sombrinha no monte Petrin

Torre Petřín (Petřínská rozhledna)

A Torre Petřín é relativamente pequena. Tem 60 metros o que equivale a um prédio de 20 andares mais ou menos. Para efeito de comparação a Torre Eiffel de Paris, que inspirou o desenho da Torre Petrin, mede cerca de 300 metros … 5 vezes maior que a filha tcheca. Só que no final das contas a Torre Petrin ganha da Torre Eiffel em altura por estar localizada em cima de um monte….

Isso tudo é só pra dizer que a vista de Praga do topo da Torre Petrin é fantástica… poderia ter resumido, né?! rs

Torre Petrin

Castelo de Praga e Catedral de São Vito vista da Torre Petrin

Castelo de Praga e Catedral de São Vito vista da Torre Petrin

Ponte Carlos vista da Torre Petrin

Ponte Carlos vista da Torre Petrin

Ponte Carlos vista da Torre Petrin

no alto da torre, castelo ao fundo

Igreja Týn

vista da torre petrin

Tontura e mal-estar

Estudantes até 26 anos pagam meia entrada pra subir a torre. Aline é estudante mas acabou de passar dos 26 hehe… Mesmo assim o cara foi bonzinho e deixou ela pagar meia… Aquela bondade toda tinha um motivo… O elevador da torre não estava funcionando… Subimos todos aqueles “20 andares” a pé… Valeu a pena pelas fotos mas pagamos um preço que foi além do valor do ticket… Aline passou mal… nada sério… alguma tontura e mal-estar…. certamente por conta de todo o calor que pegamos principalmente na primeira metade do dia e depois o esforço pra subir a Torre Petrin… Em Bruges subimos o Belfry, que é mais alto vinte e três metros que a torre Petrin, mas numa temperatura de 17°C…. Praga estava em torno de 33°C o que tornou a subida bem mais pesada…. Na descida da torre ainda tentamos comprar um ALGIDA (nosso “Kibon” e “Olá” em Portugal) mas o tio que vendia tinha sumido… 🙁

Algida… A Kibon em alguns países da Europa

Algida… A Kibon em alguns países da Europa

Finalizando as atividades em Praga

Era sete da noite, ensolarado e ainda tínhamos algumas coisas na nossa lista pra ver como o Bairro Judeu, a Biblioteca do Monastério e outros não tão importantes… Nesse momento só me lembrei do tempo que perdemos no dia anterior indo no outlet … Era o tempo certinho que daria pra fazer tudo que restava no cronograma… Paciência… Vivendo e aprendendo… Por isso dei aquele depoimento no outro post…. Se quer ir no fashion arena, faz tudo na cidade primeiro e depois vai… Vai que tu tem uma insolação depois?! rs

Descemos tudo e pegamos o tram. Aline precisava descansar pois ainda tínhamos que arrumar as malas. Eu também estava bem cansado. Era nossa última noite em Praga e uma viagem de trem pra Viena nos esperava na manhã seguinte. No hotel tomamos banho, bebemos algo gelado e descansamos. Aline ficou bem e está viva graças a Deus! rs

tram 22… nosso transporte do dia…

No próximo post conto como foi nossa viagem pra Viena.

Abcs

Renato Vieira

Veja também:


  Categorias Praga

  Palavras-chave

Veja também...

  voltar à página inicial