Strasbourg – Capital da Alsácia

pelo viajante , em

 

Strasbourg, 20 de Julho de 2013

Quarta eurotrip e somente um país esteve sempre presente em todos os roteiros: França. Apesar disso, a única cidade francesa que eu conhecia até agora era Paris. Resolvi dar uma variada esse ano e explorar um pouco do interior da terra da baguete.

A região escolhida foi a Alsácia que durante séculos foi habitada por povos germânicos sendo historicamente motivo de muitas disputas e guerras entre os vizinhos Alemanha e França.

Apesar da França ter levado a melhor nas últimas duas guerras e anexado a região ao seu território, as raízes germânicas podem ser vistas nos nomes das cidades e também em sua arquitetura típica.

A capital da Alsácia é Strasbourg e foi por lá que comecei minha jornada. A cidade é uma das capitais da União Européia junto com Bruxelas.

Gare de Strasbourg

Em Strasbourg andei sem mapa. Já tinha olhado muito a cidade no google antes de chegar e vi que ela não era muito grande. Fiquei hospedado de frente pra Gare de Strasbourg que em si é uma das atrações do local graças a interessante estrutura de vidro que cobre o prédio histórico da estação de trem.

Gare de Strasbourg com sua cobertura de vidro

Gare de Strasbourg com sua cobertura de vidro

Histórico prédio da Gare de Strasbourg protegido pelo vidro

Prédio histórico da Gare de Strasbourg

Grande-Ilê

Não é só na estação de trem de Strasbourg que o contraste entre o moderno e o antigo chama atenção. Andando pro centro da Grande-Île, área tombada como patrimônio histórico e cultural pela UNESCO, vemos o contraste entre as Colombages – construções típicas da região –  e o moderno bondinho que circula pela cidade.

stras17

Colombages em Strasbourg 

stras18

Colombages em Strasbourg

stras20

Colombages em Strasbourg 

stras16

Tram de Strasbourg

stras2

Tram de Strasbourg

Petite France

Outra área interessante na Grande-Île é a Petite France, onde as colombages encontram os canais. De lá partem passeios de barco que circulam toda a Grande-Ilê. Como eu já havia feito passeios como esse em Amsterdam e Paris optei por ver a cidade a pé mesmo.

stras1

Canal na Petite France em Strasbourg

Place Kléber

Seguindo Grande-Île a dentro cheguei até a movimentada Place Kléber. A praça é cheia de bares e restaurantes e cercada de construções históricas. O comércio de Strasbourg marca presença em seus arredores com destaque para a Rue des Grandes Arcades. Quando cheguei lá estava rolando um showzinho num palco e a galera estava se refrescando do calor nas fontes.

stras3

Place Kléber em Strasbourg

Place Kléber em Strasbourg

Place Kléber em Strasbourg

stras4

Criançada se refrescando na Place Kléber

IMG_0046 (Cópia)

Adolescentes também

Cathédrale Notre-Dame de Strasbourg

Da Place Kléber já dava pra ver a ponta da torre da Notre Dame de Strasbourg, o mais procurado ponto turístico da cidade. A catedral gótica chama atenção por sua altura. É muito difícil colocar ela inteira numa foto. Mais ainda se você tentar sair na tal foto.

Essa catedral foi a mais alta do mundo entre os anos 1647 e 1874. Sua construção para o formato atual durou mais de 400 anos. Começou em 1015 e terminou em 1439.

IMG_0067 (Cópia)

Notre Dame de Strasbourg

IMG_0070 (Cópia)

Place de la Cathédrale e Maison Kammerzell 

stras5

stras6

Eu e parte da Catedral na Rue Mercière

Luzes da Catedral

Tudo muito legal mas o melhor da Catedral pra mim veio a noite. Depois das 22:30 voltei pra Rue Mercière pra ver as luzes que são projetadas sobre a fachada da igreja. A praça estava cheia de gente. Fiquei por lá até quase meia noite que é quando o show acaba.

stras8

show de luzes na notre dame de strasbourg

stras13

show de luzes

stras12

show de luzes

stras11

show de luzes

stras9

show de luzes na notre dame de strasbourg 

Perdido na Grande-Île

Quando resolvi voltar pra dormir já era meia-noite. Não estava exatamente cansado pois eu ainda estava rodando no fuso do Brasil que nessa época do ano é 5 horas mais cedo.

Comentei no início que andei em Strasbourg sem mapa e a noite não foi diferente. O problema é que estava escuro e as referências visuais que eu tinha já não estavam mais tão visíveis. O resultado era esperado: Me perdi!

Dei uma volta incrível na Grande-Île. Além de escuras as ruas mais afastadas da Catedral estavam bem desertas e eu lá, caminhando perdido com minha câmera na mão! rs

Para chegar a Catedral levei 15 minutos. Pra voltar rodei por quase 1h até ser surpreendido pela Gare de Strasbourg que também fica iluminada a noite. Finalmente eu havia me achado!

Gare de Strasbourg iluminada a noite

Gare de Strasbourg iluminada a noite

A missão Strasbourg estava completa. Já a missão Alsácia estava apenas começando! Conto mais no próximo post.

Abcs

Renato Vieira

Veja também:


  Categorias Strasbourg

  Palavras-chave ,

Veja também...

  voltar à página inicial