Viajando de TGV de Paris a Reims

pelo viajante , em

 

Paris e Reims – 28 de Novembro de 2017

No dia 28/11 fizemos uma pequena pausa nas nossas andanças por Paris para explorar um pouquinho a cidade de Reims, no nordeste da França. Conhecida por ser a capital do Champagne, Reims abriga quilômetros de caves subterrâneas onde ficam guardadas milhões de garrafas, de diferentes produtores, da bebida mais festiva do mundo: O Champagne! Em breve falarei um pouco mais sobre isso.

Para chegar em Reims, pegamos o metrô linha 7 na estação Le Peletier e fomos até a Gare de l’Est que é uma das seis principais estações de trem de Paris. Na Gare de l’Est embarcamos no trem bala francês, o TGV (train à grande vitesse), para uma viagem de aproximadamente 46minutos.

Nós no saguão da Gare de l’Est aguardando o horário do trem

Na plataforma da Gare de l’Est posando com o TGV

Na plataforma da Gare de l’Est posando com o TGV

Amandinha, a bordo do TGV 2713, tomando um iogurte a caminho de Reims

Fizemos uma viagem rápida e super confortável. Chegamos em Reims às 10:15 da manhã. Tínhamos reservado visitas a duas casas tradicionais de Champagne: A primeira seria a Maison Pommery e a outra seria a Champagne Taittinger. Como essas visitas aconteceriam somente na parte da tarde, aproveitamos para caminhar devagar e olhar um pouco a cidade partindo da Gare de Reims com destino a Place de la Cathedral. Aliás nessa praça encontraríamos a Catedral de Notre Dame de Reims que rivaliza em importância (e também em beleza) com a Notre Dame de Paris. Vou escrever um pouco sobre isso em outro post.

Bea e Amandinha na frente da Gare de Reims

Na frente da Place de la Gare há um pequeno parque arborizado chamado Square Colbert. Depois de atravessá-lo, entramos na Rue Thiers e depois na Cours Jean Baptiste Langlet, rua onde passa o tram ou bonde. Neste momento já era possível ver a distância a lateral das torres da Notre Dame de Reims. Logo a nossa direita também vimos uma pequena praça com uma fonte no meio. Era a Place Jules Lobet.

Place Jules Lobet – Reims

Place Jules Lobet – Reims

Em seguida voltamos para a Cours Jean-Baptiste Langlet, onde Bea e Amandinha resolveram entrar numa loja cuja vitrine era muito chamativa. Era a DP STYLE, uma loja conceito de design e decoração cheia de produtos criativos e de muito bom gosto! No mesmo espaço físico funciona também a Yellow Korner, loja especializada em fotografia artística. Até eu que não sou fã de ficar entrando em loja só por entrar achei essa DP STYLE/Yellow Korner muito legal. Fiquei admirando principalmente os quadros feitos a partir de fotografias do cotidiano.

Amandinha na DP STYLE / YELLOW KORNER em Reims

O dono da DP STYLE, Matthias, foi super atencioso com a Amandinha e com uma outra menininha francesa que estava na loja. Fiz até um vídeo mostrando ele fazendo uma demonstração de um de seus produtos para as meninas. Amanda provavelmente não entendeu nada do que ele falou, mas ainda assim vimos que ela curtiu muito hehehe

Dentre as coisas legais que Amandinha gostou na DP STYLE, escolhemos levar pra ela um robozinho chamado CUBEBOT. Feito em madeira, todo colorido e articulado com elásticos, esse robozinho de fabricação americana pode assumir uma infinidade de posições. O nome CUBEBOT vem da mistura das palavras cubo e robô em inglês. Ele vem numa caixinha todo dobrado na forma de um cubo e depois a criança vai desdobrando o CUBEBOT até a versão robô aparecer. Isso é até bem fácil. Complicado mesmo é fazer o caminho inverso! hehe

caixinha do CUBEBOT que compramos em Reims

CUBEBOT

Faltando menos de um mês para o Natal, Reims estava toda enfeitada para as festividades que se aproximavam! Inclusive tivemos uma agradável surpresa natalina que comentarei aqui no próximo post.

Abcs

Renato Vieira

Veja também:


  voltar à página inicial